newsletter

Acompanhe nossas redes:

Associados da ADEFAL fazem protesto devido a suspensão da eleição

15/06/2017 01h14 - Atualizado em 16/06/2017 14h51

Associados da ADEFAL fazem protesto devido a suspensão da eleição
Centenas de associados da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas – ADEFAL fizeram, na manhã desta quarta-feira, um ato público na AV. Fernandes Lima e depois seguiram para a frente do Tribunal de Justiça. O motivo da manifestação, foi a liminar do desembargador KLever Loureiro que suspendeu o pleito eleitoral previsto para acontecer no dia de hoje. O impasse sobre a eleição da ADEFAL já se arrasta deste o final de janeiro, devido a Chapa opositora ter entrado com vários processos, na última semana O Juiz de Direito da 5ª Vara Cível da Capital, Ayrton de Luna Tenório ao despachar pela legalidade dos atos da Comissão Eleitoral, criada pela assembleia geral do dia 18 de maio, com o objetivo de dá prosseguimento no processo eleitoral da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas – ADEFAL, colocou um ponto final no empasse sobre a definição da data da eleição e confirmou que o pleito aconteceria neste 14 de junho. Inconformado com a decisão do Juiz, a chapa opositora recorreu da sentença no Tribunal de Justiça, ao receber o processo na última terça-feira o desembargador Klever Loureiro, antes mesmo de analisa-lo, devido à falta de tempo, resolveu suspender o pleito, como uma medida cautelar. No final desta manhã o grupo de gerenciamento de crise da Polícia Militar de Alagoas, intermediou uma reunião entre o desembargador Klever Loureiro  e representantes da ADEFAL. Na ocasião o desembargador explicou os motivos da suspensão eleição, e revelou que medida foi só para ter tempo hábil para avaliar o processo e ouvir ambas as partes. O desembargador também se comprometeu com os representantes do movimento que iria dá celeridade ao processo.      

Deixe Seu Comentário

R. Clementino do Monte, 312 - Farol, Maceió-AL

Informações: 82 2121-8686

2012 © ADEFAL. Todos os direitos reservados. Proibido reprodução não autorizada.