newsletter

Acompanhe nossas redes:

Justiça reconhece não existir irregularidades no processo eleitoral da ADEFAL e autoriza a realização da eleição

16/11/2017 18h37 - Atualizado em 16/11/2017 18h55

Justiça reconhece não existir irregularidades no processo eleitoral da ADEFAL e autoriza a realização da eleição
Durante o julgamento do recurso interposto pelo candidato a presidência da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas – ADEFAL, Pedro José de Lima Neto, na manhã desta quinta-feira (16,) os desembargadores Klever Rêgo Loureiro, Pedro Augusto de Mendonça e desembargadora Elisabeth Carvalho Nascimento, por unanimidade, entenderam que não houve nenhuma irregularidade no processo eleitoral da ADEFAL. Os desembargadores mantiveram a decisão do juiz de 1º Grau Dr. Airton Tenório, titular da 5ª Vara Cível da Capital que validou os atos e decisões da Comissão Eleitoral responsável pela condução das eleições na Associação. Na decisão os desembargadores determinaram, ainda, a convocação de eleição para presidência da ADEFAL no tempo mais breve possível. De acorda com a presidente da Comissão Eleitoral da ADEFAL, Claudia Edite Coelho Romeiro a Comissão está aguardando a publicação oficial da decisão do Tribunal de Justiça, para assim, anunciar a nova data para realização do pleito, mas segundo ela, a eleição deverá acontecer ainda na primeira quinzena de dezembro.

Deixe Seu Comentário

R. Clementino do Monte, 312 - Farol, Maceió-AL

Informações: 82 2121-8686

2012 © ADEFAL. Todos os direitos reservados. Proibido reprodução não autorizada.